segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

27 semanas!


Está grávida de 27 semanas – já só faltam 91 dias!
A partir de agora, os soluços podem ser frequentes.



Agora o bebé começa verdadeiramente a encher o útero. Esta semana, pesa quase 900 gramas e tem cerca de 36,5 cm de comprimento, com as pernas esticadas. Já consegue abrir e fechar os olhos e mantém-se a dormir ou acordado com intervalos regulares.


Pode chuchar nos dedos e, embora ainda estejam imaturos, os pulmões já conseguiriam funcionar – com auxílio – caso nascesse prematuramente. Se sentir movimentos rítmicos, isso dever-se-á a soluços, que poderão tornar-se frequentes a partir de agora.


Cada episódio dura apenas alguns momentos e não o incomoda, por isso aprecie as vibrações. Com mais tecido cerebral em desenvolvimento, o cérebro do bebé está agora muito activo.



Está grávida de 27 semanas – já só faltam 91 dias!
Como aliviar as dores nas costas e nas pernas e explicação dos desejos da gravidez.



O seu corpo está a preparar-se para a recta final, pelo que poderá começar a sentir alguns sintomas novos, como as dores de costas. Cerca de metade de todas as mulheres sofre de algum tipo de dor de costas durante a gravidez. O fundo das costas é a zona de dor mais comum, mas ainda mais mulheres grávidas se queixam de dores pélvicas posteriores – uma dor sentida no interior das nádegas, num ou nos dois lados, por vezes acompanhada de dor na parte de trás das coxas. A dor pode ser desencadeada por actividades como caminhar, subir escadas, entrar e sair de um carro, torcer o corpo e levantar pesos. Posições que dobrem as ancas – como sentar numa cadeira e inclinar-se para a frente – podem agravar ainda mais as dores pélvicas posteriores.

É também possível que comece ocasionalmente a sentir os músculos das pernas contraídos. As pernas suportam peso adicional e o útero obriga a circulação e os nervos que ligam o tronco e as pernas a trabalho extraordinário. Infelizmente estas contracções musculares irão provavelmente agravar-se com o avanço da gravidez. As cãibras nas pernas são mais comuns à noite mas também podem ocorrer durante o dia. Para obter algum alívio, distenda o músculo da barriga da perna (apontando os dedos do pé para a frente e flectindo-os em direcção à canela). Por vezes, caminhar durante alguns minutos ou massajar a barriga da perna também pode ajudar.

EXPLICAÇÃO

Porque tenho muita vontade de comer certos alimentos?

Ouça o que o seu corpo lhe diz – esses desejos da gravidez serão provavelmente uma pista para o que o seu corpo precisa nesse momento. Os desejos de comer carne podem ser um primeiro sinal de que necessita de incluir mais ferro ou proteínas na sua alimentação, enquanto a vontade de comer gelado ou queijo podem indicar que o corpo necessita de mais gorduras e cálcio. Desde que os desejos não incluam produtos não alimentares (sintoma de um distúrbio chamado pica que afecta algumas mulheres grávidas), siga as indicações do seu estômago – com bom senso – quando se trata de satisfazer desejos, explica o Dr. Gil Gross, professor associado de obstetrícia e ginecologia na Washington University em St. Louis.

O QUE ELAS DIZEM

"Tive um início de veias varicosas, tornozelos inchados e estava a começar a ter dificuldade em respirar. Quando comecei a fazer exercício quatro vezes por semana, melhorou a minha circulação e todos os incómodos sintomas desapareceram. Sinto-me óptima e ninguém diria que estou grávida de 6 meses." — Camila

"Trabalho num escritório e passar oito horas sentada em frente ao computador não faz nada bem às minhas costas. Mas ajuda levantar-me de 20 em 20 minutos e andar um pouco. O bebé está sempre a mexer-se – especialmente durante a noite. Se não estivesse permanentemente levantada para ir à casa de banho, a verdade é que estaria na mesma acordada por causa das cambalhotas!" — Ana

DICA DE CONFORTO

Aliviar as dores de costas

A prática regular de exercício físico é uma das formas seguras de evitar as dores de costas, mas se estas já se instalaram, tente estas sugestões:

• Tome um banho morno ou aplique uma compressa quente sobre a zona afectada. (As compressas frias podem por vezes também funcionar.)

• Evite actividades como aspirar ou limpar o pó, que exijam que dobre ou torça o corpo ao mesmo tempo.

• Marque uma massagem para grávida num massagista qualificado.

• A dormir, use uma almofada em cunha para apoiar as costas e a barriga.

• Se estiver sentada muito tempo, use uma cadeira regulável e incline a parte da frente para baixo.

• Tente fazer elevações pélvicas: deite-se de costas, com os joelhos flectidos e os pés encostados ao chão. Inspire e sinta a barriga a encher. Expire e levante o cóccix em direcção ao umbigo, mantendo a anca no chão. No ponto mais alto da elevação, contraia as nádegas e depois relaxe. Repita oito a dez vezes.

Sem comentários:

Enviar um comentário